Motivação

24-06-2019

Acreditamos que todos, em algum momento da vida passada ou presente, a têm procurado. Em muitas ocasiões ouvimos falar dela, mas ou não sabíamos como encontra-la ou talvez não nos tenham ensinado a questionar o suficiente. Conhecem-la os que triunfaram, os que estiveram na mó de cima e agora estão na mó de baixo, os que desfrutam no dia-à-dia do trabalho que realizam, os apaixonados, os que se divertem, os que se juntam com todos os anteriores e, obviamente, os que nos apresentaram a ela.


É a "MOTIVAÇÃO", assim, em letras garrafais.


A motivação está muito ligada ao conceito de diversão. A diversão é inerente ao ser humano e potencia de uma maneira notável a emoção, que é uma peça chave nos processos de aprendizagem.

O contrário de divertido não é sério, é aborrecido, ou seja, algo divertido pode ser muito produtivo. A maior parte das lembranças que armazenamos são divertidas e, em muitos casos, estão ligados com a aprendizagem de conceitos, com o trabalho em equipa, ou com o desafio que nos proporcionam as novas situações. Áreas, que sem lugar para dúvidas, são muito produtivas.

Divertir-se não é mau, o problema é fazê-lo sem um objetivo claro. A partir desta premissa, emana uma arte, que a tenta que nos divirtamos em diferentes situações da vida, mas que principalmente o façamos para conseguir uma série de objetivos definidos e acima de tudo, que nos permita crescer e evoluir na direção de novas metas e horizontes.

E aqui aparece a arte do jogo. Jogar é uma das múltiplas plataformas de que o ser humano dispõe para se divertir e, por consequência, motivar-se e comprometer-se.

Os jogos apresentam-nos regras, objetivos, mecânicas e elementos que nos fazem trabalhar (sim, em muitos casos, quando jogamos trabalhamos a memória, a cooperação, a oratória, a análise, ...) para poder alcáçar as metas definidas. E fazem-no de uma maneira que não nos entedia em absoluto, porque nos divertimos enquanto jogamos e, portanto, estamos motivados.

Por Pepe Pedraz

Formado em Coaching Empresarial e Mestre em Gamificação